Clareamento Dental: O que é, como funciona e quanto custa?

Como funciona o Clareamento Dental?

Como a cor natural dos dentes é um reflexo e dispersão da luz do esmalte, o clareamento dental opera justamente combinando o brilho e a cor da dentina. Por isso, possuir arcada dentária com esmalte mais liso ou áspero afeta diretamente o reflexo da luz e, consequentemente, da cor.

Veja quais as razões mais comuns dos dentes ficarem amarelados ou manchados:

  • Fumar cigarros;
  • Beber líquidos de cor escura, como café, refrigerantes de cola, chá e vinho tinto;
  • Não cuidar da higiene dos dentes.

O envelhecimento, por exemplo, torna os dentes menos brilhantes. Isso acontece à medida que o esmalte fica mais fino e a dentina se torna mais escura.

Se preparando para clarear os dentes

O clareamento dental pode ser feito num consultório odontológico ou na sua casa. No caso de optar por um serviço especializado, provavelmente o dentista irá fotografar seus dentes antes de tudo. Este passo irá ajudá-lo a monitorar o processo de descoloração de possíveis manchas.

Em seguida, fará uma limpeza geral para remover placas bacterianas, alimentos e outras substâncias que se acumulam nos dentes. Depois disso, a sessão com o ‘laser’ que age diretamente nesse tratamento iniciará.

Mas, caso queira usar o método de gel, procure um dentista para criar o molde onde ele aplicará o clareador com precisão. Você precisará usar diariamente por duas a três semanas. 

Existem ainda, os ‘kits’ de balcão (farmácias, supermercados e lojas de departamentos) disponíveis para uso doméstico. Nesse formato, você adquire tiras de gel clareador que grudam nos dentes. Mesmo assim, converse com seu dentista antes de utilizá-lo, para evitar possíveis danos à sua saúde bucal.

Os tipos de Clareamento Dental

Existem dois tipos principais de clareamento dental no mercado:

1) Clareamento vital, que é realizado sob mordedura que contém os nervos vivos.

2) Clareamento não-vital, recomendado para dentes que passaram por tratamento de canal radicular e não tem mais o nervo ativo.

Clareamento Vital

O tipo mais comum de clareamento é o vital, um gel aplicado diretamente na superfície do dente. Este produto é formulado com peróxido de hidrogênio. No consultório dos dentistas, estes operam uma luz ou ‘laser’ após o gel para que o processo aconteça mais rápido.

O tempo médio para o resultado do clareamento aparecer varia entre 1 e 3 sessões de 30 a 90 minutos. Certamente, esse número dependerá do método utilizado, da intensidade das manchas e do estado dos dentes. 

Clareamento Não Vital

O clareamento vital pode não ser eficaz, se passou por um procedimento de canal radicular. Isto é, a mancha aparente está vindo do interior do dente. Ou seja, o dentista colocará um agente clareador dentro do dente e um preenchimento temporário sobre ele por vários dias.

Quanto custa clarear os dentes?

Em primeiro lugar, o clareamento dos dentes não é uma solução instantânea e permanente. As manchas voltam com o tempo, se o paciente continuar fumando e/ou consumindo alimentos e bebidas com coloração forte. 

Fique atento, pois o clareamento assistido (feito exclusivamente por especialistas) pode custar em torno de R$ 500 ou mais, dependendo do profissional. 

Em suma, discuta com seu dentista a opção de fazer em casa com molde personalizado, isso custará por volta de R$ 300 por arcada dentária. Já os produtos vendidos sem receita nas farmácias que incluem fitas de clareamento, contam com preços que variam de R$ 20 a R$ 150, dependendo da marca e local adquirido.

Caso queira saber mais dos planos de saúde odontológico e quais tipos de tratamento ele cobre, assine a Newsletter da Cedro Corretora de Seguros.