Nervosismo: saiba os sintomas e como lidar

Pode parecer que não, mas o nervosismo está cada dia mais presente na rotina de muitas pessoas. Ele é um estado emocional que varia de intensidade, podendo ir de uma leve irritação a uma grande fúria. Portanto, é algo que pode afetar a vida de um indivíduo em todos os sentidos.

Assim como outros tipos de emoção, o nervosismo é composto por mudanças biológicas e fisiológicas. Afinal, quando uma pessoa fica em estado de raiva, por exemplo, os batimentos cardíacos dela aumentam e, consequentemente a sua pressão arterial.

Hoje vamos entender mais sobre o nervosismo e como lidar com esse estado emocional. Continue acompanhando para entender melhor sobre o assunto. Boa leitura!

Quais são os sintomas do nervosismo?

O nervosismo vem acompanhado de uma intensa atividade mental. Portanto, pode resultar em um elevado nível de estresse. Além disso, esse estado emocional pode ser ocasionado por fatores internos e externos.

Os principais sintomas do nervosismo são:

  • Ritmo acelerado;
  • Movimentos tensos;
  • Fumar em excesso;
  • Inquietação;
  • Irritação constante;
  • Sensação de paralisia;
  • Preocupação excessiva;
  • Fadiga.

Trânsito caótico, TPM, rotina muito acelerada, situações de pressão e outros fatores podem ocasionar o nervosismo em uma pessoa.

Nervosismo x ansiedade

Diferentemente da ansiedade, o nervosismo não causa medo nas pessoas, mas uma alteração de humor e irritação. Porém, um indivíduo com problemas de ansiedade se sente ameaçado constantemente, receoso e com pensamentos que podem levar a sérios ataques de pânico.

Por terem sintomas parecidos, o nervosismo é frequentemente confundido com a ansiedade. No entanto, ao invés de comportamentos explosivos e inquietação, a ansiedade deixa uma pessoa com comportamentos mais de cautela.

Porém, em ambos os casos é preciso procurar ajuda profissional para controlar os sintomas. Aprender a não deixar a emoção falar mais alto do que a razão em muitos momentos é necessário.

Como lidar com o nervosismo?

Em primeiro lugar, é importante se autoconhecer bastante para saber quando uma crise nervosa se aproxima. essa é uma forma de pedir ajuda antes que o problema se torne algo mais sério.

Normalmente, as pessoas ignoram as crises de nervosismo como sendo algo normal, em função de uma rotina agitada. Porém, não se engane, pois não é.

Evitar é melhor do que remediar, não é mesmo? Parece normal ouvir essa frase, mas é verdade. Por isso, ter uma vida mais saudável, com alimentação equilibrada e prática de exercícios pode ajudar bastante a lidar com esse estado emocional.

Portanto, mais qualidade de vida e menos acúmulo de tarefas são dicas essenciais para melhorar a saúde mental de qualquer pessoa.

Tratamento para nervosismo

A intervenção terapêutica é uma das formas mais eficazes de tratar o nervosismo. Portanto, a partir do momento que uma pessoa começa a perceber que o seu estado emocional está em constante alteração, é recomendado procurar ajuda profissional.

Terapias são muito eficazes. Porém, caso seja necessário, o psicológico encaminha o paciente para um psiquiatra, pois somente ele pode receitar medicamentos para ajudar a tranquilizar a pessoa.

No entanto, o mais eficaz é você evitar as situações que te deixem com os nervos a flor da pele.

Gostou de saber mais sobre o nervosismo? Para ter mais informações e dicas de saúde, assine a nossa newsletter. O nosso blog está sempre atualizado com as melhores notícias.