Plano odontológico infantil: os melhores cuidados para a saúde bucal do seu filho

Muitos pais não sabem, mas podem começar a cuidar dos dentes de seus filhos bem antes deles aparecerem na boca. A limpeza das gengivas e língua pode ser feita com uma gaze umedecida, para evitar infecções. Quando os dentinhos começarem a nascer, mordedores macios podem aliviar o desconforto e a dor. O plano odontológico infantil pode ser a solução para futuros problemas bucais.

Por isso, ele deve ter uma cobertura maior, que previna acidentes e auxilie em emergências, para compreender a maior parte da saúde bucal da criança.

Muitas vezes, os dentes nascem fortes e saudáveis porque eles foram cuidados antes mesmo de surgirem.

Saiba tudo sobre esses cuidados com os dentes do seu filho no texto a seguir!

Qual o momento de levar seu filho ao dentista?

Antigamente, os dentistas recomendavam levar as crianças ao dentista após nascerem os 20 primeiros dentes de leite, ou seja, antes dos 3 anos. No entanto, as crianças já apareciam com as primeiras cáries, o que causava transtornos tanto para os dentistas quanto para os pequenos pacientes e seus pais.

Hoje, os dentistas recomendam que a primeira visita deve ser no primeiro ano de vida. Assim, as crianças aprendem o quanto antes a escovar os dentes e cuidar direitinho da saúde bucal.

Antes dessa idade, é responsabilidade dos pais ter os cuidados com a saúde buco dental de seus filhos e ensinar a eles.

Motivos para contratar um plano odontológico infantil

Além da economia de não pagar uma consulta a cada ida ao dentista, o plano odontológico infantil cobre imprevistos e acidentes.

Muitas vezes, até mesmo a extração de dentinhos de leite mais resistentes são cobertos pelos planos para crianças.

Outras vantagens é ter acesso a clínicas especializadas e profissionais capacitados, com experiência na área e com esse público.

Além disso, a assistência em casos de emergência e a saúde bucal em dia são motivos essenciais para contratar um plano odontológico infantil.

Saúde bucal da infância à adolescência

Durante a infância, os pais devem ficar sempre atentos para a saúde bucal de seus filhos, os alertando para escovar os dentes ao acordar, antes de dormir e após as refeições.

Outro ponto a ser observado é a quantidade consumida de doces, que deve ser moderada, sem exageros para evitar cáries e outros problemas bucais.

Na adolescência, o consumo de refrigerantes e fast food também deve ser controlado pelos pais e consumido sem exageros.

Outro desafio da idade é o aparecimento dos dentes sisos. Por serem muito incômodos, o uso do fio dental diário e escovação devem ser observados pelos pais, bem como a necessidade de removê-los com cirurgia.

Geralmente, o plano odontológico infantil é voltado para crianças e adolescentes de 0 a 14 anos. A vigência mínima do contrato é de 12 meses e a carência, é de apenas um dia ou inexistente, dependendo do plano contratado.

Entre as vantagens temos, atendimento domiciliar odontológico e tratamentos com odontopediatra, especialista em saúde bucal de crianças e pré adolescentes.

Entre as coberturas essenciais, estão limpezas periódicas e radiografias.

Para os maiores, costuma ser incluído no plano tratamento de canal e aplicação de flúor e selantes.

A colocação e manutenção de aparelho ortodôntico também vai depender do plano contratado. Por isso é fundamental se informar bem antes de adquirir um plano odontológico infantil.

Agora que você já sabe tudo sobre o plano odontológico infantil, que tal continuar com a Cedro? Temos os melhores profissionais do mercado, sempre disponíveis para esclarecer todas as suas dúvidas! Fale com o corretor!

 

Assine nosso conteúdo, é grátis

Vamos escrever os melhores conteúdos para você

Mais de 5.000 pessoas já recebem nossos textos de especialistas

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *