Saiba mais sobre libido!

A libido, conhecida como desejo sexual, vai além de ser simples estímulos, frutos do pensamento humano.

Ela tem relações hormonais, que assim como qualquer outra necessidade corpórea, precisa ter atenção para manter seus níveis equilibrados.

Saiba como aumentar a libido, e conheça qual hormônio atua na capacidade sexual do ser humano.

O que é libido?

A libido, é o impulso, desejo sexual, ou segundo o psicanalista Freud, é uma energia vital relacionada a pulsão sexual.

A libido está presente tanto em homens, quanto em mulheres, onde, o desejo por sexo, propriamente dito, normalmente se manifesta na fase da puberdade.

Entretanto a libido, ou também chamada de movimentação sexual, tem relação direta com o hormônio testosterona.

Ou seja, em níveis normais de testosterona, uma pessoa com saúde e sem problemas de ordem psicológica, tem vida sexual ativa, além de ter também, mais qualidade de vida.

Causas da diminuição 

A saber, quando se tem a libido diminuída, logo, há uma redução no impulso sexual.

Como resultado, pode ocorrer a chamada disfunção sexual, uma vez que, a falta de desejo, pode ser causa de outros problemas, ou ainda, consequência de algum trauma.

Além disso, há outros motivos, que levam a diminuição da libido:

  • Depressão, stress, ansiedade e outros problemas de parte psicológica;
  • Problemas no relacionamento;
  • Impotência sexual;
  • Ingestão de bebidas alcoólicas;
  • Experiencias sexuais traumáticas;
  • Rejeição do parceiro de causa desconhecida;
  • Baixo nível de testosterona no sangue;
  • Problemas hormonais, na glândula tireoide;
  • Efeitos colaterais de medicamentos;
  • Problemas renais.

Da mesma forma, há outros fatores que podem influenciar negativamente o impulso sexual, os aspectos físico-sociais e culturais.

Por fim, é bom estar atento às questões externas, que podem silenciosamente prejudicar sua relação com o próprio corpo ou a relação com o parceiro(a).

Mulheres com baixa libido

Assim como dissemos anteriormente, que a libido tem ligação hormonal, é comum que nas fases da vida mulher, o interesse sexual também sofra alterações:

A gravidez, pós-parto, uso de anticoncepcionais e outras medicações, fase do climatério, tensão pré-menstrual, e menopausa.

Certamente, não são todas que sofrerão deste incomodo, que tem como sintomas:

Dores durante relação sexual, falta de interesse e falta de lubrificação vaginal.

Diminuição em homens

A princípio, o homem tem 40 vezes mais hormônio de testosterona quando comparado às mulheres.

E quando este sofre queda, o estímulo sexual, bem como a procura por sexo, diminui.

Todavia, as causas da queda de libido nos homens, também podem ser:

Envelhecimento, câncer de próstata, problemas no relacionamento, problemas psicossociais, como trabalho e dinheiro.

Diferentemente de muitas mulheres, um homem ainda que possua baixo libido, consegue manter relações sexuais ativas normalmente.

Saiba como aumentar a libido

Em suma, na primeira suspeita da queda do desejo sexual é importante buscar ajuda médica.

Afinal, é questão de saúde hormonal, que esta diretamente ligada à qualidade de vida, que envolvam outras áreas além do sexo.

Assim sendo, um profissional poderá avaliar corretamente a causa e assim, passar um tratamento adequado.

Os possíveis tratamentos são:

  • Alimentação saudável e o mais natural possível;
  • Suplemento de testosterona;
  • Aconselhamento psicológico;
  • Terapia de reposição hormonal;
  • Exercícios que aumentam a disposição física e mental, logo, que liberam o hormônio do bem-estar.

A Cedro corretora de seguros, busca promover saúde, por meio de informações atualizadas.

Sendo assim, assine nosso newsletter e receba gratuitamente conteúdos como este sobre a libido, que elevam sua qualidade de vida e bem-estar.