Planos de Saúde para Idosos

Com a constante falta de qualidade no serviço público de saúde do país os planos de saúde para idosos passam a ser mais importantes a cada dia. A aquisição do serviço nesta fase da vida deixou de ser comodidade e se tornou necessidade.

Aqueles que estão na terceira idade merecem um plano de saúde desenvolvido especialmente para eles, e que atenda as necessidades e as particularidades desse grupo.

Sendo assim, o mercado de saúde privada já conta com planos criados especificamente para os idosos.

Entretanto, apesar de sua importância, adquirir um plano de saúde com essas características nem sempre é algo fácil e barato.

Mas, nesse artigo iremos te passar informações que te ajudarão a entender como funcionam os planos de saúde para idosos.

Além das orientações da ANS (Agência Nacional de Saúde Suplementar) sobre esse serviço médico.

Como funciona um plano de saúde para idosos?

Apesar de ser um plano de saúde semelhante aos outros planos individuais, é comum que os planos para idosos disponham de serviços especiais para eles.

Como por exemplo, os programas de medicina preventiva que vão além do tratamento de doenças.

Que como o próprio nome sugere é uma especialidade médica que trabalha prevenindo o surgimento de doenças ou lesões.

Algo muito importante para os idosos que devido ao desgaste do corpo estão mais suscetíveis às doenças e aos acidentes.

Além disso, outra particularidade desses planos é oferecer tratamento em casa, para idosos acamados, enquanto outros garantem apenas atendimento hospitalar.

Vale a pena ter um plano nessa idade já que é a tabela mais cara dos planos?

Certamente a maior dificuldade para a aquisição de um plano de saúde para idosos no Brasil é o valor da mensalidade, que custa em média R$ 1.500,00 por mês.

Esse alto valor para a manutenção do serviço faz com que as famílias fiquem incertas sobre a aquisição do plano.

Entretanto, é inegável que um plano de saúde para idoso irá contribuir para a sua saúde e qualidade de vida.

Especialmente frente ao Sistema Único de Saúde (SUS), que atende mais de 150 milhões de brasileiros e, por essa alta demanda é considerado ineficaz.

Sendo assim, se a família tem condições de contratar um plano particular, essa é com certeza a melhor opção.

Planos de saúde para idosos: problemas mais comuns

Comumente nos deparamos com reportagens de jornais, relatos de amigos e familiares sobre problemas nos planos de saúde para idosos.

Infelizmente essas situações abusivas já começam na hora de contratar o plano, pois muitas operadoras negam adesão ao consumidor idoso.

Outro problema comum é o reajuste abusivo da mensalidade do plano em razão da faixa etária do beneficiário.

Além disso, as operadoras também agem recusando indevidamente coberturas de serviços e tratamentos médicos para esse consumidor.

Entretanto, é importante o cliente saber que essas práticas são ilegais e vedadas pela Agência Nacional de Saúde Suplementar – ANS.

Agência Nacional de Saúde Suplementar: regulamentação

Conforme a ANS, a aquisição e o acesso aos serviços dos planos de saúde não podem ser dificultados ou impedidos pelas operadoras em razão da idade, condição de saúde ou deficiência do consumidor.

Além disso, esses abusos ferem o Estatuto do Idoso, ao Código de Defesa do Consumidor, a Lei dos Planos de Saúde e a Súmula Normativa 19/2011 da ANS.

Podendo a operadora do plano de saúde ser multada em cinquenta mil reais, por cada infração verificada.

Como contratar o plano de saúde para a terceira idade?

Para contratar os planos de saúde para idosos entre em contato com as operadoras que oferecem esse tipo de plano ou um corretor autorizado.

E conte com a Cedro para encontrar o melhor plano de saúde para você e sua família.