Dietas para idosos: saiba quais alimentos não podem faltar na terceira idade

Não deixe para depois! Está entrando na terceira idade ou tem algum parente que está? Então, fique por aqui. No artigo de hoje, vamos abordar dicas e as principais dietas para idosos.

Afinal, a velhice requer atençãozinha extra. E uma alimentação saudável é um dos principais pilares a serem levados em conta.

Implementando uma alimentação saudável através de dietas para idosos

Primeiramente, a alimentação saudável com uma dieta reduzida em açúcares vai ajudar na prevenção de doenças como a diabetes, por exemplo.  Ou seja, durante o processo de envelhecimento é fundamental conhecer os tipos de alimentos que podem ser prejudiciais para os idosos.

Por isso, o primeiro passo é cortar TODOS OS produtos industrializados, conservados artificialmente e também as frituras. Sendo assim, evite:

  • salsichas e outros produtos embutidos;
  • salgadinhos com corantes artificiais;
  • hambúrgueres, salgados fritos, e batatas-fritas.

Além disso, não se esqueça que produtos com farinha branca (como pães e massas) são pobres em nutrientes. Eles são grandes vilões contra o aumento de peso corporal.

Dietas para idosos: alimentos para incluir na rotina!

Agora, que tal começar a montar sua própria alimentação equilibrada? Ingredientes bons para você devem fazer parte da dieta, por isso, procure alinhar suas refeições.

Ou seja, acrescente no prato um pouco de proteína vegetal e animal para reforçar a massa muscular do corpo, além de adicionar carboidratos e vegetais.

Se nutra! Afinal, uma boa nutrição vai te ajudar no controle de apetite e na cura de doenças.

E, para fortalecer o sistema imunológico e o metabolismo, opte por alimentos ricos nos seguintes nutrientes:

  • Proteínas: soja, a quinoa, o amaranto, o grão de bico, a ervilha e a lentilha, cereais integrais.
  • Zinco:  lentilha, nozes, castanhas e cereais integrais, todos os tipos de feijões.
  • Cálcio: gergelim, couve, quinoa, brócolis, espinafre e outras folhas verdes. Obs: o óleo de fígado de bacalhau também possuí ótimos índices de cálcio, porém também é rico em vitamina D.
  • Vitamina C: todas as frutas cítricas (como o limão e o abacaxi)
  • Fibras insolúveis: linhaça, farelo de arroz, aveia.
  • Potássio: ervilha, laranja, banana, melão, água de coco.

Dica na preparação das refeições

Corte o excesso de sal! Que tal usar temperos alternativos para dar sabor ao prato? Adicione ervas frescas e temperos como pimentas leves, alho, páprica e etc.

Além disso, combine as opções acima com uma rotina de exercícios físicos moderadas. Eles vão te dar mais vitalidade para as atividades do dia a dia, além de fortalecer sua saúde.

Afinal, todo idoso deve se manter ativo para ter ser mais independente e, ao mesmo tempo, ter uma ótima qualidade de vida.

Porquê ir ao médico é importante? 

E, por último, não se esqueça: apesar das dietas para idosos ajudarem no envelhecimento saudável, ainda assim é necessário ter um acompanhamento médico.

Essa etapa da vida pode ser vivida com tranquilidade como todas as outras. Porém, check-ups médicos anuais são importantíssimos!

Realize exames de sangue anualmente e consulte um profissional de medicina preventiva, pois existem terapias que podem te ajudar a se prevenir de doenças como hipertensão, osteoporose, câncer, entre outras.

Informação é saúde! Envelheça com qualidade

Gostou das dicas? Então, continue recebendo mais artigos através da newsletter da CEDRO!

Nosso conteúdo periódico é preparado com carinho, com textos sobre dieta para idosos, notícias sobre saúde e muito mais para você.