Lentes dentárias: 6 coisas que você precisa saber sobre essa tendência

Quem não quer dentes perfeitos? Colocar lentes dentárias pode garantir isso. Neste texto, você fica por dentro de 6 coisas que são essenciais saber antes de pensar em passar pelo procedimento.

1. O que são Lentes Dentárias?

Essas lentes são lâminas finas que são moldadas e colocadas nos dentes. Com elas, os dentes ficam mais brancos e o sorriso mais alinhado.

Esse procedimento é mais do que uma simples tendência. Por provocar uma mudança estética rápida e efetiva, ele veio para ficar.

Além disso, ganha cada vez mais força, principalmente com a adesão de vários famosos.

2. Quais são os tipos que existem?

Essas lentes podem ser feitas de resina ou de porcelana. Além do material, elas apresentam outras diferenças importantes.

Lente de contato dental de resina

O procedimento é feito em uma consulta e sem molde. Porém, tem curta durabilidade e menor resistência.

Além disso, as lentes dentárias de resina são fáceis de sair, podem perder a cor e não são reparáveis.

O valor varia de R$ 200 a R$ 700 cada lente.

Lente de contato de porcelana

Já esse tipo precisa de molde e o procedimento para colocar demora mais, é de pelo menos três consultas.

Em comparação, ela é bem mais resistente e dura mais. Além dessas vantagens, ela não é fácil de sair e não sofre alteração de cor. E tem mais: ela pode ser restaurada.

O valor está entre R$ 1.400 a R$ 2 mil cada lente. No entanto, é a melhor opção.

3. Quem pode usar as lentes dentárias?

As lentes dentárias são para quem quer fazer pequenas ajustes estéticos e tenha a estrutura dentária saudável.

Além de clarear os dentes, as lentes podem retirar espaços, alinhar, corrigir dentes desgastados ou quebrados e alongar os dentes.

Seja como for, o único profissional responsável para realizar o procedimento é um profissional dentista especializado. ​​​

4. Contraindicações e riscos das lente dentárias

Existem pessoas que não podem usar as lentes dentárias. Por exemplo, quem tem dentes fracos, sobrepostos ou muito manchados.

Da mesma forma, quem tem diminuição do esmalte dos dentes, bruxismo ou muitas restaurações não pode realizar o procedimento.

Para não haver riscos, é necessário que a pessoa seja avaliada pelo profissional, que vai analisar se há algum problema ou não.

Ter uma boa higiene bucal também é um pré-requisito que evita problemas, pois bactérias podem gerar cárie que, por sua vez, pode gerar uma inflamação e o dente pode até cair.

5. Qual a durabilidade da lente dentária?

Provavelmente, a lente vai durar de 10 a 20 anos, quando deve ser substituída, já que é um procedimento definitivo.

Certamente, o tempo para a substituição vai depender muito do paciente e da sua saúde bucal.

Se houver retração da gengiva, descolamento da lente ou outras falhas, será necessária uma manutenção.

Se nada ocorrer, o ideal é uma revisão para analisar se está tudo certo nas visitas ao dentista de seis em seis meses ou um ano.

6. Quais são os cuidados para manutenção da lente de contato dental?

Em primeiro lugar, é essencial uma boa higienização diariamente, com uma boa escovação e com o uso do fio dental.

Em segundo lugar, as visitas periódicas ao dentista devem sempre acontecer.

Além disso, é preciso ter o cuidado de não morder objetos, assim como evitar roer unhas e alimentos que mancham os dentes.

Por fim, as lentes dentárias podem representar um ganho enorme para sua autoestima e bem estar. Para mais conteúdos que te ajudem nessa sua qualidade de vida, assine nossa newsletter e aproveite tudo que a Cedro tem para você.

 

Assine nosso conteúdo, é grátis

Vamos escrever os melhores conteúdos para você

Mais de 5.000 pessoas já recebem nossos textos de especialistas

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *